Terça, 07 Dezembro 2021 10:42

Prefeitura inicia recuperação de rede de drenagem profunda na avenida das Torres

Avalie este item
(1 Votar)

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), inicia nesta terça-feira, 7/12, os trabalhos de recuperação da rede drenagem que se rompeu em um trecho da avenida Governador José Lindoso, popularmente conhecida como avenida das Torres, na zona Norte, no sentido Centro-bairro, na tarde desta segunda-feira, 6. 

O vice-prefeito e secretário municipal de Infraestrutura, Marcos Rotta, esteve no local acompanhado do subsecretário de Serviços Básicos, Efrain Aragão, para averiguar a situação e fazer o levantamento do material necessário para o início dos trabalhos.

 

“Essa rede foi construída pelo Estado, mas será recuperada pela prefeitura. É mais uma circunstância que envolve o grande volume de águas na cidade de Manaus. Passamos por um ano atípico em todos os sentidos e praticamente não tivemos verão. Vamos ter de empreender uma ação emergencial”, disse Rotta, que assegura que nesta terça-feira, 7, pela manhã, equipes da Seminf estarão no local para iniciar os trabalhos de recuperação da rede de drenagem.

 

A drenagem rompeu devido à passagem brusca de água e, com a forte chuva desta manhã, o problema se agravou causando erosão de parte da calçada e rompimento completo da tubulação, que desemboca no igarapé. Desde o início do ano mais de 700 ocorrências semelhantes já foram solucionadas pelas equipes da Prefeitura de Manaus.

“A tubulação de drenagem foi descalçada, o que provocou uma erosão do material e rompeu as tubulações de drenagem”, explicou o subsecretário Efrain Aragão. Ainda segundo ele, a Amazonas Energia também esteve no local para fazer a mudança de posição do poste de energia, comprometido pela calçada, que cedeu com o trecho erodido da rua.

Ainda segundo Rotta, além do comprometimento do poste, há, também, o comprometimento da via. “É algo que precisa ser feito de forma célere para que esse problema, que já causou um sério transtorno ao trânsito, não se avolume e cause um problema ainda maior, estamos aqui para equacionar o problema”, observou.

 

A área foi sinalizada e isolada pela Seminf, e não causa transtornos aos moradores e motoristas que circulam pelo local.

— — —

Texto – Alessandra Taveira / Seminf

Fotos – Osmar Neto / Seminf

Disponíveis emhttps://flic.kr/s/aHsmXijpjx